Pagina Inicial Institucional Serviços Notícias e Eventos Contato Facebook Otorrino Fisio Center
Dicas e Saúde

 

  A Academia Brasileira de Rinologia (ABR), informa que cerca de 30% da população brasileira sofre de rinite alérgica e a taxa de pacientes com acometimento de doenças respiratórias (incluindo as doenças infecciosas) pode chegar a 50%.

 De acordo com o médico otorrinolaringologista, Odílio Ribeiro Mendes, o período de queda na umidade compromete a qualidade de vida das pessoas, principalmente a respiração. " O nariz possui células responsaveis por aquecer, umidificar e purificar o ar, para que este chegue ao pulmão em boas condições que possibilite o bom funcionamento do processo respiratório. Com o ar frio e seco, essas células são obrigadas a trabalhar além da sua capacidade, o que compromete a mucosa nasal .

Nestas estações do ano, alguns sintomas como narinas irritadas, sensação de ressecamento nasal e até sangramento do nariz podem afetar qualquer pessoa, especialmente aquelas com histórico de rinite alérgica. "Esses sintomas podem piorar os problemas respiratórios e, em alguns casos, aumentar o risco de infecções".O tempo frio e seco contribui para piora dos sintomas e ainda para o aumento da transmissão de doenças como sinusite, rinites, gripes e resfriados. " Nesse período, o organismo fica mais vulnerável aos vírus, bactérias poluentes, já que a mucosa  nasal fica mais sensível às caracteristicas do clima".

Para manter as vias aéreas livres de impurezas é recomendada a limpeza nasal, cerca de quatro vezes ao dia, com solução fisiológica, para impedir a entrada dos agentes indesejáveis ao trato respiratório. "Em ambientes em que o ar-condicionado provoca ressecamento da mucosa, a hidratação nasal é recomendada com objetivo de umidificar  e conferir aos microcílios nasais seu pleno poder de defesa". “Os cuidados para evitar o ressecamento nasal são importantes na prevenção de doenças e oferecem mais conforto ao paciente”,.

Segundo o especialista ingerir líquidos durante todo o dia contribui para a prevenção desses problemas, pois possibilita a hidratação da mucosa.O ideal é não esperar ter sede para beber líquidos.

Dicas para controlar os agentes:

- Manter todos os cômodos da casa limpos e arejados;

- Revestir colchões e travesseiros com capa impermeável para facilitar a limpeza diária com pano úmido;

- Lavar as roupas de cama, no mínimo, uma vez por semana;

- Evitar o uso de tapetes, bichos de pelúcia e estofados de tecido (tapetes, carpetes, cortinas grossas são locais de alojamento de ácaros e poeira);

- Manter as plantas o mais longe possível do interior da casa;

- Evitar o fumo em ambientes fechados;

- Eliminar as baratas, com dedetizações periódicas e higiene do local;

- Evitar a presença de animais domésticos, principalmente dentro de casa;

- Fazer a limpeza nasal, cerca de quatro vezes ao dia, com solução fisiológica;

- Praticar atividades físicas aeróbicas, que promovem a melhoria do funcionamento do sistema cardiorrespiratório;

- Ingerir bastante água.

    

Agende uma Visita clicando aqui!

Comente usando seu Facebook

Serviços
VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE RESFRIADO, GRIPE COMUM E GRIPE H1N1    
Mais de 20 milhões de brasileiros têm alguma dificuldade para escutar    
O QUE É INFLUENZA    
O QUE DEVO FAZER PARA ADQUIRIR O APARELHO AUDITIVO PELO SUS?    
Calendário da Saúde    
Teste da Orelhinha    
Serviço de atenção a saúde auditiva de média e alta complexidade    
Dicas e Saúde    
AÇÕES EM PARCERIA COM SERVIÇO DE ATENÇÃO PRIMARIA    


















Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia Otorrinofisiocenter - Saúde Auditiva ® 2013. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA INICIAL | INSTITUCIONAL | SERVIÇOS | NOTÍCIAS E EVENTOS | FALE CONOSCO
Rua Santa Maria, 86, Centro, Montes Claros (MG), CEP: 39.400-100
[email protected] - (38) 3218-5000 - 3213-3237 - 3218.5001 - 3218.5002 - 0800 032 3237 - 3084.2619